O custo do autismo

A máxima de que tudo tem o seu preço, devia-nos levar a perguntar o custo que o autismo tem tendo em conta as politicas de saúde mental existentes? Isto porque, quer no autismo e na saúde mental em geral, o custo não é apenas o psicológico. Ainda que este seja aquele que traz maior sofrimento à pessoa, família e a todos os demais. O custo também é económico. E fiquem a saber que não é apenas para a família e para o próprio quando este é adulto. O custo é para todos nós contribuintes. Estamos a falar de consultas, inúmeras consultas ao longo da vida. Sejam as iniciais de avaliação e diagnóstico, mas depois todas as outras relativamente às inúmeras terapias que precisam de ser realizadas. E atendendo à existência de outras perturbações psiquiátricas associadas, nomeadamente ansiedade e depressão, há que contar com a necessidade da medicação. Mas não ficamos aqui, até porque algumas pessoas autistas apresentam um nível de incapacidade igual ou superior a 60%, e como tal recebem uma pensão. Além do subsidio por assistência de 3ª pessoa. E atendendo a que a Perturbação do Espectro do Autismo acompanha a pessoa ao longo da vida, a maior parte da vida da pessoa é passada enquanto adulto. Sendo que este adulto, e como não há uma política de integração socioprofissional para a pessoa autista, leva a que a mesma não consiga trabalhar, ficando a receber os apoios sociais existentes. E para que fiquem com uma ideia dos valores e de que estes vão aumentando ao longo da vida. É também preciso ter em mente que no Espectro do Autismo há uma percentagem significativa de pessoas que também tem um défice cognitivo, o que faz com que as suas necessidades sejam maiores. Assim, no primeiro ano de vida, os valores anuais gastos por uma pessoa autistas são 6485,54 € - 1551,08 (com défice cognitivo - sem défice cognitivo); entre os quatro e os 12 anos ficam em 11458,45 - 7486,28 ; na adolescência passa para 46852,12 - 32699,05 e na vida adulta totaliza 95526,66 - 44823,19 €. Da próxima vez que pensar que o autismo é um problema dos próprios e das suas famílias, e que tem de ser o Governo a resolver a situação, pense duas vezes. É porque o seu comportamento e atitude está a sair-lhe caro. Pense em muda-lo. Respeite a diferença.


171 visualizações

Informação útil:

©2018 by Autismo no Adulto. Proudly created with Wix.com