top of page

Going up?

Qual é o teu tipo de autismo, perguntaram-lhe. Zé Carlos (nome fictício) olhou para a mãe com uma cara de quem não tinha percebido. Qual tipo?, perguntou Zé Carlos. O que queres saber?, continuou com uma voz mais zangada. Mãe. o que é que ele quer dizer com tipo de autismo, perguntou Zé Carlos, ficando um pouco mais ansioso. Eu não sou nenhum tipo ouviste?, disse num tom mais elevado. O amigo da mãe do Zé Carlos não sabia o que fazer e não estava a perceber a situação. Ele está apenas a perguntar filho, disse-lhe a mãe numa voz tranquila. Não, ele disse tipo de autismo mãe, eu ouvi!, insistiu Zé Carlos. A mãe segurava-lhe no pulso e procurava puxar o filho. Já não o consegue fazer com a mesma facilidade de há uns anos atrás. Zé Carlos tem agora 28 anos. Faz 29 na semana que vem. Como estás Zé Carlos?, perguntou-lhe o amigo da mãe. O que queres dizer do tipo de autismo?, perguntou-lhe de volta Zé Carlos. Explica-me!, disse-o de forma mais assertiva e já mais calmo. O amigo da mãe queria explicar, mas na sua cabeça pairava a ideia de que o Zé Carlos poderia não perceber. E como tal ficou ali a "enrolar" a resposta. Então?, pergunta-lhe Zé Carlos. Explicas-me?!, avança. Ouvi dizer que há vários tipos de autismo, disse-o com pouca certeza. Li na internet, referiu como se quisesse justificar a sua ignorância. Onde?, perguntou imediatamente Zé Carlos. Mostra-me!, pediu-lhe. O amigo da mãe não percebeu e ficou a olhar para o Zé Carlos. Então, mostras?, insistiu Zé Carlos. Tens smartphone, não tens?, perguntou-lhe. Telemóvel?, perguntou timidamente o amigo da mãe. Não, smartphone. Os telemóveis não têm acesso à internet, eu já aprendi isso no curso!, disse-o. Sim, sim, claro, disse-o um pouco mais corado percebendo que estava atrapalhado sem aparente razão. Foi aqui, mostrou-lhe. Esse site não é seguro. A informação não presta. É falsa. Se queres saber de autismo eu explico, disse-lhe Zé Carlos. Queres saber?, perguntou-lhe de imediato. Hoje não posso, tenho coisas para fazer, disse o amigo da mãe. Mas se perguntas-te o meu tipo de autismo, agora não queres saber?, retorquiu Zé Carlos. Não faz sentido, concluiu. O amigo sorriu envergonhado para a mãe e disse que depois lhe ligava e arrancou. Foi a pensar em tudo aquilo e no que tinha acontecido. Zé Carlos tem 28 anos. Faz 29 para a semana. É autista. No seu relatório de avaliação diz que tem uma Perturbação do Espectro do Autismo nível 2. Mãe, porque é que ele não esperou?, perguntou Zé Carlos. Eu tinha dito rápido que só há autismo, não há tipos de autismo, que isso não existe. Só há autismo, repetiu. Só há autismo, voltou a repetir.


Na DSM 5 diz no lugar referente à Perturbação do Espectro do Autismo nível 2 - Necessidade de apoio substancial. Eu diria que vários de nós necessitam de apoio substancial e a vários níveis, e não apenas o Zé Carlos.


44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page