top of page

Prosopagnosia

Incapacidade de reconhecer rostos de pessoas conhecidas ou previamente conhecidas devido a lesões neurológicas no córtex. É isso que significa de uma forma muito global a palavra Prosopagnosia.


E por que é que eu me fui lembrar dela? Pela razão de que muitas vezes as pessoas autistas ouvem coisas como - Mas não pareces nada autista! É verdade! Como é que o autismo apareceria na cara da pessoa? Parece que os familiares de pessoas autistas não sabem reconhecer os seus. Assim como os amigos das pessoas autistas. Parecem ficar com algum tipo de confusão quando ouvem dizer que o seu familiar ou amigo é autista e de repente deixam de o reconhecer. Espero que consigam notar algum tom de ironia nestas minhas palavras.


Mas a verdadeira razão pela qual escrevi este texto e me fui lembrar dos rostos no autismo, é porque a Mary Berridge publicou recentemente um livro fantástico que recomendo. E tendo em conta que adoro fotografia, penso que o seu trabalho capturou muito da essência visível no espectro do autismo. Visible Spectrum: Portraits from the world of autism é uma cosmovisão das pessoas autistas e da sua essência vista pelos olhos da Mary. Mas é também uma nova visão vista por qualquer um de nós.


A fotografia traduz uma forma mais abrangente de dar voz à vivência da pessoa. E não é por acaso que o photovoice é usado enquanto método de recolha de dados na investigação cientifica e é realizado a partir das imagens fornecidas pelos participantes que as capturam dentro daquilo que é a sua realidade e a forma como a vivem.


229 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page