top of page

I just text to say, ....

A música do Lionel Richie era mais, I just call to say I love you, eu sei. Mas na verdade falar ao telefone não é igual para todos. Quantos de vocês não prefere falar antes por mensagens? E quando o telefone toca ou treme dentro do bolso, vocês ainda tremem mais, só de pensar que têm de falar? E o que falar? Ou se perguntarem isto ou aquilo? E se for sobre aquele outro tema? Ou algo inesperado? As razões que cada um apresenta serão diversas certamente e muitas delas baseadas em determinadas experiências ou certas crenças mais enraizadas. Mas o certo é que o desconforto pode ser grande o suficiente ao ponto das pessoas evitarem este tipo de contacto. Facto que em algumas situações especificas acaba por trazer algumas dificuldades no processo de comunicação. Ou até alguns problemas quando estamos a falar de situações ocorridas em contexto de trabalho.


As competências e os estilos de comunicação das pessoas autistas têm sido o foco de muita investigação, mas poucos têm exploraram as preferências de comunicação dos próprios adultos autistas. Sim, isso mesmo. Até porque se há a possibilidade de falar por telefone, também é possível fazê-lo de todo um conjunto de formas igualmente adequadas. E actualmente as respostas são bastante variadas, assim como as plataformas que as suportam.


Mas não fiquem já a pensar que as pessoas autistas não gostam de fazer contacto directo com as pessoas. Porque gostam, ainda que seja com as pessoas com quem sentem ter um contacto mais próximo. Ou porque aquele determinado contacto faz sentido do ponto de vista prático ou funcional.


E quanto ao facto de muitas pessoas autistas preferirem o contacto por escrito, nomeadamente através de mensagens ou de e-mail, muito tem a ver com o facto de essa modalidade ajudar a evitar um conjunto de constrangimentos no processo de comunicação. E não no facto de ser por as pessoas autistas não desejarem estar com outras pessoas. Nomeadamente, o facto de através de mensagens a comunicação existente poder não estar tão envolvida na pressão muitas vezes percebida pelas pessoas como tendo de responder naquele momento. Ou de sentir a obrigatoriedade da reciprocidade, dicas não verbais e pragmática. Todas estas situações levam sem dúvida ao aumento de ansiedade e por conseguinte ao evitamento das tarefas, tais como falar ao telefone.


Quando se está a falar ao telefone é difícil algumas vezes podermos perceber como é que a outra pessoa poderá estar. Até porque o seu tom de voz não é esclarecedor ou a qualidade da chamada não é a melhor. Além disso, a pessoa poderá estar mais à pressa. No entanto, para as pessoas autistas, há uma sensação adicional que pode passar por não conseguir representar mentalmente a imagem da outra pessoa com quem está a interagir ao telefone e poder perceber todo um conjunto de informação considerada como importante para si. E se o telefone for com alguém que a pessoa nunca sequer conheceu pessoalmente, o facto de não ter sequer uma representação da pessoa poderá fazer uma diferença grande. Mas também o quando é que pode falar. Tal como acontece muitas vezes numa conversa frente a frente, saber quando falar numa conversa de forma alternada e ao telefone pode ser difícil e causar grandes constrangimentos.


E não é por acaso que muitas pessoas, autistas e não autistas, vão fazendo um guião do que dizer e como dizer antes de efectuar a chamada telefónica. Contudo, quando recebem a chamada torna-se quase impossível de poderem ter este guião preparado. Ainda que seja possível não atender a chamada e procurar saber quem é para que se possa preparar o guião e retornar a chamada de uma forma mais controlada para a pessoa. Assegurando que as questões que o preocupam e deixam mais ansioso conseguem estar acauteladas.


Será importante que estas características possam ser enquadradas no perfil de funcionamento da pessoa e que as várias hipóteses possam ser consideradas, seja a nível pessoal e social, mas também a nível profissional. Felizmente hoje em dia nas empresas vão existindo cada vez mais soluções de caixas de texto/mensagens para os trabalhadores poderem comunicar entre si.


55 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page