top of page

#conseguesver-me

Consegues ver? Como é que sabes? Como é que sabes que os teus olhos não te estão a enganar? E se aquilo que dizes estar a ver são coisas que tu gostarias de ver? Ou que não gostarias de ver? E já agora, quando me vês, o que é que achas que vês? É uma pergunta diferente, sabes? Não é a mesma coisa, aquilo que dizes ver e aquilo que achas que eu sou! E na maior parte das vezes isso pode nem corresponder ao que na realidade eu sou! Vês?! Vês como é difícil e complexo? Não é tão simples como por vezes achas que as coisas são! Ou como achas que eu sou!


Às vezes gosto de me perder na multidão! Não te acontece o mesmo? O problema é que não consigo aguentar muito tempo no meio da multidão! Na verdade não consigo aguentar tempo nenhum, mas obrigo-me a isso! Lá no meio sou outra pessoa como aquelas pessoas que vês na fotografia. Sou outra pessoa. Alguém que vai para o trabalho, ou para casa! Outra pessoa! Como tu. Não sabes por que é que faço isso? Tenta. Eu penso que vais conseguir! Esforça-te. Por que é que achas que alguém haveria de gostar de se perder na multidão e poder sentir-se uma outra pessoa qualquer? Experimenta fazer isso, perderes-te na multidão e veres como te sentes. Sim, depois falamos.


Sabes, tu não me consegues ver. Sim, na verdade é isso. Não me consegues ver porque tens os olhos cheio de palavras acerca de mim. Coisas que tu achas que sou eu. Mas eu sou mais do que as palavras que dizes ter lido. Estava lá escrito o meu nome? Não estava pois não!? Vês, não podiam estar a falar de mim. É um livro! E depois? Tu é que dizes que o livro fala de mim, e eu estou a dizer-te que isso não é verdade. É um manual de diagnóstico! E então!? Tu sabes o meu nome. Sabes que me chamo Carlos (nome fictício). Eu não me chamo diagnóstico. Por que é que insistes nisso? Já te disso que eu não sou essa pessoa. Eu sou mais do que isso, tal como tu, já pensaste?


Não conheces pessoas autistas adultas!? E porquê, já pensaste!? Por que é que partes do principio que não as há? Por que não as vês? Já pensaste que isso é redutor? Até para ti. Somos tantos. Sabias que na Europa somos cerca de 5 milhões de pessoas autistas? Já viste como tens estado desatento!? Por onde tens andado? Para onde tens olhado? Consegues ver-me? Consegues ver? Não me vês no trabalho, sabes porquê? Tenta pensar nisso! Não me querem lá! Não é verdade? Nunca os ouviste dizer que empregar pessoas autistas custa mais dinheiro e que muito provavelmente nem é rentável?! E por que é que não vou ficar a inserir dados no computador? Simples, porque não quero! Simples, porque quero fazer coisas diferentes! Simples, porque tenho ambições! Simples, porque tenho qualificações!


São Valentim é hoje!? Sim, e então!? Porque achas que eu quereria saber do São Valentim?! Porque sim!? Não me interesso por isso!? E o que é que achas que é isso!? É o dia que se celebra o amor!? A sério!? Tens apenas um dia para isso!? Achas que estou a desconversar porque não quero falar sobre isso!? É o que achas?! Porquê?! Porque sou autistas!? A sério!? É isso que vês!?


30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page