Projectos recarregáveis

A transição do final da adolescência para a entrada na vida adulta continua a ser um tópico importante e sensível para todos em geral e para as pessoas com Perturbação do Espectro do Autismo (PEA) em particular. Nomeadamente, estes jovens continuam a apresentar um conjunto de desafios únicos na integração no mercado de trabalho. A academia PIN-Fujitsu pretende ajudar a criar estruturas junto destes jovens, acreditando nas suas competências e fornecendo-lhes ferramentas para eles próprios construirem o seu projecto de vida futuro.

É sabido que os jovens com Perturbação do Espectro do Autismo (PEA), Perturbação de Hiperactividade e Défice de Atenção (PHDA) ou Dificuldades de Aprendizagem Específica (DAE) apresentam piores resultados nas áreas da autonomia, vida independente, educação pós secundária, integração no mercado de trabalho, entre outras.


São várias as razões que o justificam, começando por algumas das suas características comportamentais presentes no seu diagnóstico e que levam a maiores dificuldades na aprendizagem de informação diversa, generalização das aprendizagens, regulação dos estados emocionais, compreensão das pistas sociais, manutenção de relações interpessoais significativas e adequadas à etapa do desenvolvimento, etc.


Mas atendendo a que muitas destas pessoas são diagnosticadas em criança e cada vez mais precoce. Também são cada vez mais e melhor acompanhadas nas mais variadas valências, médica, psicológica, terapia da fala, psicomotricidade, etc. Ou seja, estas crianças, tornam-se jovens e posteriormente adultos com um conjunto maior de competências e que desiquilibra as desvantagens causadas por algumas das suas características comportamentais anteriormente referidas.


Parece-nos importante referir que um conjunto de dificuldades sentidas ao longo do desenvolvimento por estas pessoas com uma perturbação do neurodesenvolvimento advém da forma com a Sociedade compreende estas mesmas pessoas. Seja nas escolas, na família ou na Sociedade de uma maneira geral continua a ser muitas as dificuldades na compreensão de muitas das características destas pessoas. Os adjectivos usados são muitos e vão desde preguiçoso, mal educado, antisocial, desinteressado, desmotivado, estranho, entre outros. A compreensão das suas características e a aceitação das mesmas como fazendo parte de um quadro de funcionamento mais global é fundamental para o processo de integração destas pessoas. Para além de os ajudar a ter uma vida com a dignidade que todos merecemos.


A Fujitsu enquanto empresa internacional a operar no mercado das TI's tem um conjunto de projectos no âmbito da responsabilidade social externa junto da comunidade. O exemplo da Fujitsu UK no Reino Unido e da sua parceira com a Autistica é um exemplo disso. Desta parceira tem saído todo um conjunto de trabalhos de investigação, desenvolvimento de app's para ajudar as pessoas com Perturbação do Espectro do Autismo (PEA) a comunicar, etc. A Fujitsu Portugal também já começou a dar os seus passos neste âmbito, nomeadamente através da empregabilidade inclusiva. Agora, com esta parceria e esta academia PIN-Fujitsu continua a caminhada para ajudarmos a transformar a vida destas pessoas com um diagnóstico de Perturbação do Neurodesenvolvimento. E principalmente através de os capacitarmos a serem eles próprios a construir o seu projecto de vida futuro.


A capacitação das pessoas com as ferramentas necessárias para se tornarem mais autónomos, independentes, capazes de interagir socialmente e em contexto de trabalho, saber operar com diferentes ferramentas tecnológicas, hardware, software, soft skills é um passo fundamental. E importante para lhes devolver a dignidade humana de poderem ser eles próprios responsáveis pela construção do seu projecto de vida. Ainda há muito a ser trabalhado neste âmbito mas estes e outros projectos que constituem exemplos de boas práticas servem de modelo para a construção de outros projectos semelhantes e que ajudam a difundir o respeito e a aceitação de todos.

0 visualização

Informação útil:

©2018 by Autismo no Adulto. Proudly created with Wix.com