O amor mata, mas a pseudociência mata mais

Foi publicado hoje no jornal Público a noticia sobre o primeiro manifesto mundial que expõem as falhas das pseudoterapias. Em várias áreas da saúde, são muitas as pessoas que ao longo destes anos se têm deparado com falsas promessas e sem caracter cientifico algum, de uma cura para a sua situação clinica. No autismo esta situação ainda hoje ocorre com determinada frequência. Desde a ingestão de lixivia aos florais de Bach, mas também o CBD, dietas livres de glúten, etc., não deixando para trás as promessas do Reiki, Homeopatia e afins no tratamento das questões comportamentais encontradas na pessoa autista. Tal como é referido no manifesto, que pode consultar aqui e aqui, a pseudociência mata! É fundamental que estas e outras iniciativas possam ser denunciadas e desincentivadas, principalmente porque nos dias de hoje, o espaço virtual é terreno fértil para a divulgação massiva e rápida desta informação. São muitos os pais com filhos autistas mas também pessoas adultas autistas que cansados de não terem uma resposta para as suas questões e um acompanhamento adequado que olham para estas propostas como uma outra hipótese. É urgente esclarecer a Sociedade para esta realidade!


80 visualizações

Informação útil:

©2018 by Autismo no Adulto. Proudly created with Wix.com