top of page

Acredites ou não!

1 de abril. Dizem que é dia das mentiras. Este é o mês da conscientização do autismo. Dizem que as pessoas autistas não conseguem mentir!


Há muita coisa que se diz. E tal como diz o George Costanza, se acreditares já não é uma mentira!


Há muita coisa que se diz sobre o autismo e as pessoas autistas. E porque não juntar o dia das mentiras com o inicio do mês da conscientização do autismo? Já se dizem tantas mentiras sobre o autismo, que talvez seja melhor começar o este mês por abordar algumas das mentiras. E se as colocarmos a passar de forma repetida talvez assim façam como o George e acreditem nelas.


  1. Contacto ocular. Várias pessoas autistas fazem contacto ocular. Não sei se muitas ou poucas, mas muitas fazem contacto ocular. E algumas das que não fazem, não se prende necessariamente com as razões que muitas vezes as pessoas lhes atribuem. Ou seja, as pessoas autistas nestas situações podem não estabelecer o contacto ocular ou evitam faze-lo, porque o processamento da informação fica ameaçado e isso leva a que a não estejam em condições de captar a mensagem de forma adequada. Ou então, podem fazer contacto ocular porque aprenderam a fazê-lo e camuflam este comportamento;

  2. Relações de amizade. Várias pessoas autistas querem fazer ou ter relações de amizade. E se em algumas situações encontrar uma pessoa autista que possa ter maior dificuldade neste aspecto, procure perguntar-lhe primeiro o porquê de escolherem não o fazer ou recearem fazê-lo.

  3. Sentimentos. Várias vezes se ouve dizer que as pessoas autistas não sentem, seja empatia, mas também outros sentimentos. Talvez consigamos ser todos um pouco mais capazes de pensar que os sentimentos e a capacidade de os sentir vai muito além daquilo que pode ser ou não ser expressado. E no caso das pessoas autistas pode ser mais difícil de num primeiro contacto percebermos o que possam estar a sentir a partir da sua expressão facial e corporal, contudo, aquilo que estão a sentir é bastante real.


As mentiras não param por aqui, mas também ainda agora começamos a entrar no mês da conscientização do autismo. Fiquem atentos aos próximos episódios!




155 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page